Aqui está um texto bem legal que fiz como resumo de alguns capítulos do livro “Sociologia Crítica” do Pedrinho Gurareschi. Vale a pena conferir!

Sociologia Crítica
Sociologia Crítica

1. Teoria e Ciência

A sociedade é composta de fatos, fenômenos. Como exemplos, em dias de chuva acontece com mais freqüência acidentes no trânsito, portanto, associa-se a chuva a acidentes. Já os homens escutam mais os programas esportivos que as mulheres, logo associamos esportes aos homens. Estas semelhanças são chamadas de leis ou generalização.
O conjunto dessas leis que tentam explicar a realidade, fatos concretos e singulares, é chamado de teoria. Neste, temos o caso dos americanos, que são vistos como uma espécie de semideuses: ricos, inteligentes e superiores. Algumas teorias geram o preconceito, principalmente quando enfocam o julgamento do indivíduo.
A ciência, por sua vez, é o conjunto das teorias sobre um determinado assunto. O concretismo disso é a matemática, física, química, sociologia, etc.
Leis e teorias são relativas, contingentes e incompletas, desta forma algumas teorias deixam espaços vazios e o ato de estudar essas idéias que as compõem é que chamamos de ideologia.

2. Ideologia

Significa o estudo das idéias, passou a englobar o conjunto de idéias, valores e pensamentos. Por outro lado denota uma figura negativa ou pejorativa. Segundo o estudo ideológico, nós somos o que os outros dizem e à medida que também nos questionamos e achamos as respostas é que formamos nossa identidade.
Alguém diz: “Rico é aquele que sabe poupar”, “Rico é aquele que ganha muito dinheiro”, “Quem trabalha mais e melhor, ganha mais”, “Quem estuda triunfa”. Será? Quando desconfiamos que as coisas não são exatamente como achamos que é, estamos diante de ideologias.
Os meios de comunicação de massa influenciam no pensamento das pessoas. Os indivíduos precisam ter consciência de si para fazer parte de um mesmo grupo e desencadear um processo de conscientização de classe. Se o grupo não corresponde as suas expectativas ele não tem sustentação por muito tempo.

3. Sociologia: Teorias e Ideologia

A sociologia é o estudo de grupos de pessoas, da sociedade. Existem duas teorias em sociologia, matrizes das outras que regem a sociedade.

3.1 Teoria positiva-funcionalista: baseada no discurso de que a realidade é o que está aí e junto a sociedade vem estruturada de uma forma especial, absoluta, onde todas as coisas têm sua determinada função e tudo permanece como está.

Exemplo: uma árvore com galhos, folhas, tronco, raiz, frutos. Se tudo funciona é bom, se não funciona não é bom.

3.2 Teoria histórico-crítica:
na criação tudo é relativo no que diz respeito ao tempo, ou seja, do mesmo jeito que as coisas aparecem, desaparecem. Os questionamentos são muitos por causa dos espaços negativos, onde encontramos a ausência de algo que deveria ser dito. Nesta teoria, a visão crítica é como um hábito, costume, e a utopia traz a definição de realidade, o futuro e as mudanças mostrando o outro lado das coisas. É de interesse das pessoas que enxergam amplamente.

4. Sociedade: Sistema ou Modo de Produção

Sistema

Considerado o conjunto de elementos de vários tipos diferentes que formam uma sociedade. Ligado as teorias positivistas, absolutistas, demonstra uma fotografia do agora, como uma máquina onde tudo tem sua determinada função.

Exemplo: relógio, corpo humano, natureza.


Modo de Produção

É a forma pela qual a sociedade nasce, cresce e se desenvolve, a maneira como se conseguem as coisas para viver. A produção é o motor da sociedade, pois, ninguém vive sem comida e sem água. Está relacionada à teoria histórico-crítica, onde há o questionamento, a busca pela origem da sociedade e a abertura a mudanças.

Exemplo: Cultura.


Permanecer no imutável porque está tudo certo ou mudar para se dar a oportunidade de ter outras experiências só depende de cada um.

Anúncios