A fotografia, hoje, se faz um bem necessário. Sabe-se que ela surgiu do aperfeiçoamento da pintura, das experiências realizadas para colocar no papel a imagem obtida através da luz e processos físicos e químicos.

As pessoas fazem fotografia por diversos motivos. A maior parte são registros e recordações de férias, família, amizades, significando uma das mais válidas funções sociais desde os primórdios, congelando momentos da nossa história para que sejam lembrados no futuro.

Com o caminhar dos anos, a fotografia também começou a ser utilizada para outros fins. As pessoas passaram a captar imagens para divulgá-las com a finalidade de ferir a consciência mostrando a condição humana, denunciando a sociedade e até momentos da história, buscando uma resposta positiva do observador sintetizando um acontecimento. Como exemplo, podemos citar as fotos do Hitler, da copa do mundo de 1998, do movimento das Diretas Já, entre outros. A esta função, damos o nome de fotojornalismo, que hoje é a mais importante utilizada.

Além do fotojornalismo, existem outras derivações. A publicidade, grande aliada, inicia o uso deste artifício, colocando imagens de pessoas ou cenas que representem aquela marca ou o próprio produto, para convencer o cliente de que ele precisa do utensílio, serviços, etc.

Ainda dentro da área publicitária, podem ser citadas as fotos que comunicam beleza na forma de paisagem, seja ela humana ou natural – como, por exemplo, as imagens da Dove, Gillette, TIM – e que comporá calendários, banners, folders, entre outros itens da campanha.

Com o aprimoramento da tecnologia, tornou-se possível a utilização das fotos nas áreas da educação e da saúde. Para a medicina, por exemplo, é possível fazer imagens do corpo humano para identificação de doenças, assim como também é possível para a biologia o estudo dos vegetais e de diversas estruturas nas áreas humanas e exatas. Pode-se dizer que é uma forma de não perder as informações e características do objeto captado durante a ação do tempo.

São inúmeras as funções que a fotografia desempenha dentro da sociedade, mas aqui foram expostas as mais utilizadas e conhecidas. Sendo assim, seja para recordação, jornalismo, publicidade ou na educação, o importante é saber fazer uso da imagem e desta forma colaborar para o despontamento de novos rumos para a fotografia.

Referências
LANGFORD, Michael. Fotografia Básica, 5ª edição, Dinalivro, 2003.
BUSSELLE, Michael. Tudo sobre Fotografia, 9ª edição, Editora Guazzelli, 1999.

Anúncios